CIRURGIA ORAL : Cisto dentígero: modalidades de tratamento

O Cisto Dentígero (CDT) é o tipo mais comum dos cistos odontogênicos de desenvolvimento e o segundo mais frequente entre todos que ocorrem nos maxilares, representando cerca de 20% de todos os cistos revestidos por epitélio nos ossos gnáticos.

É uma lesão benigna, associada ao epitélio odontogênico da coroa de um dente não erupcionado, e se origina da separação do folículo que fica ao redor da coroa do dente em questão.


cisto-dentigero


Formando uma cavidade delimitada pelo epitélio reduzido do esmalte e o esmalte do dente, a qual é preenchida por fluido cístico. 


Ocorre predominantemente nas três primeiras décadas de vida, apresenta predileção pelo gênero masculino e acomete mais indivíduos caucasianos. Apesar de o CDT poder ocorrer em qualquer dente não erupcionado, os dentes mais frequentemente acometidos são os terceiros molares inferiores, caninos superiores e pré-molares inferiores. 

A ocorrência na dentição decídua é extremamente rara. Clinicamente, estas lesões são, na maioria das vezes, de crescimento lento e assintomático, que ocorre principalmente nas três primeiras décadas de vida. 


ARTÍCULOS RELACIONADOS