Alertam sobre perigos de CIRURGIA para reduzir as bochechas


Em busca de um rosto menos bochechudo e mais sensual, com aquela leve reentrância abaixo da maçã, muitas mulheres têm recorrido à bichectomia, uma cirurgia em que se retira as bolsas de gordura da lateral da face — chamadas de bolas de Bichat.

O alvoroço em torno das maravilhas do procedimento, capaz de afinar o rosto, vem acompanhado de um alerta dos especialistas: tal cirurgia oferece riscos, como infecção, sangramento, hematoma, lesão nervosa e lesão no ducto da glândula parótida, que é o canal da saliva.

Não raro, a cirurgia também antecipa o envelhecimento do rosto, porque retira precocemente uma camada de gordura que já seria absorvida com o tempo.

Veja também: EMERGÊNCIA: Fratura coronorradicular: uma abordagem multidisciplinar


Cirurgiões plásticos e dermatologistas relataram ao GLOBO que receberam, ao longo de 2017, mais pacientes do que em anos anteriores à procura de consertar algum problema decorrente da bichectomia.

A operação dura entre 30 minutos e uma hora e pode ser feita com anestesia local, geral ou local com sedação. O corte é feito por dentro da cavidade oral, na mucosa, e por isso não existe cicatriz aparente.

LEIA ARTIGO COMPLETO AQUI


oglobo.globo.com
POR CLARISSA PAINS




Share:

TAMBIÉN TE PUEDE GUSTAR

Facebook comments: