Anestésico locais podem levar um paciente a óbito?


A farmacologia dos anestésicos locais é complexa e novas drogas surgem diariamente.

Logo, a compreensão dos aspectos farmacológicos dos anestésicos locais é importante para a seleção da droga a ser utilizada em cirurgia.

As propriedades físico-químicas de cada anestésico local determinam a ação, potencialidade e duração da anestesia.

Dentre os anestésicos locais comercializados, os mais utilizados na Odontologia são a lidocaína, a prilocaína, a mepivacaína e a bupivacaína.

Incluem-se ainda a articaína, a ropivacaína e a levobupivacaína, sendo estas duas últimas, alternativas mais seguras para a bupivacaína, por apresentar menos toxicidade sistêmica.

Veja também: CIRURGIA ORTOGNÁTICA: Solução para correção de mordida e estética



Fuente: Youtube / Fernando Giovanella



Share:

TAMBIÉN TE PUEDE GUSTAR

Facebook comments: